reforma trabalhista trouxe mudanças importantes — tanto para as regulamentações relacionadas ao trabalho quanto para o sistema previdenciário. A partir de novembro, as novas leis entrarão em vigor e, por isso, é preciso estar atento aos seus direitos de trabalhador.

No entanto, sabemos que é possível que muita gente não esteja familiarizada com o assunto e, consequentemente, tenha muitas dúvidas que precisam de um auxílio especializado para que sejam devidamente esclarecidas. 

Pensando nisso, neste post, listaremos 7 características de um bom advogado trabalhista. Afinal, ele deverá ser um suporte essencial para sanar e lhe apoiar em todos os seus questionamentos referentes ao tema. Não deixe de ler!

1. Bom currículo acadêmico

Esse quesito é primordial na hora de avaliar sua futura parceria com um profissional. Por tal razão, vale a pena realizar uma análise criteriosa da formação do advogado. Como fazer isso? Hoje em dia, muitos escritórios e profissionais autônomos possuem sites na internet. Desse modo, é comum que eles informem dados como o perfil curricular da equipe nas suas páginas oficiais.

Nesses casos, você deve encontrar um histórico sobre a instituição de ensino onde o jurista concluiu sua graduação e todos os seus cursos extracurriculares, além das suas experiências no ambiente jurídico.

Caso não haja esse recurso, opte por aqueles que zelam pela clareza e transparência na hora do atendimento. Certamente, eles não se negarão a lhe informar sobre suas habilidades e competências — por isso, pergunte!

2. Compromisso com o cliente

O compromisso é o que garantirá o desenvolvimento das suas ações. Assim, a colaboração do seu advogado precisa ser baseada em responsabilidade e eficiência. Tenha em mente que os problemas em questão vão precisar de um acompanhamento sério e atento aos prazos. De outro modo, qualquer deslize pode ser sinônimo de perda de tempo ou dinheiro, principalmente, para o reclamante que precisa ter suas demandas atendidas com urgência.

3. Conhecimento técnico apurado

O domínio do conhecimento é uma obrigação para todo bom profissional. Essa característica não poderia ser diferente para os advogados, ainda mais quando eles lidam com um vasto conteúdo teórico que abrange inúmeras legislações e disciplinas.

Porém, conhecimento técnico não pode ser sinônimo de “decoreba”. Qualquer pessoa pode decorar um texto e tentar repeti-lo, mas dominar um assunto e ter a capacidade de argumentar brilhantemente sobre ele é uma tarefa para poucos. Saiba que ninguém sabe de tudo. Contudo, aquele que se especializa em determinado segmento do Direito tem maiores possibilidades de se destacar e obter resultados mais positivos para o cliente.

Afinal, uma boa ação trabalhista deve ser analisada e conduzida com inteligência e precisa conter todas as informações qualificadas e relevantes para a procedência do processo. Tendo isso em vista, não arrisque concedê-los a alguém sem o know-how adequado.

4. Ética

É difícil classificar por grau de importância as qualidades obrigatórias de um advogado trabalhista. Todavia, podemos chamar a atenção para alguns pontos — sem ignorar a relevância de outros requisitos.

Aqui, temos um dos princípios mais valorosos de todas as profissões: a ética. Por tal motivo, é um fato indiscutível que esteja agregada a qualquer pessoa que você contrate. Essa é uma regra para todas as áreas da vida.

Isso porque ela é um complemento do respeito e da educação que deverão ser dispensados aos usuários do serviço por seus respectivos prestadores. Certamente, um bom jurisconsulto tem a consciência de que tal fator não pode falhar na sua postura.

5. Brilho nos olhos

Quando falamos dessa qualidade, estamos nos referindo à paixão pelo o que se faz. Não é nenhum mistério que os grandes nomes de destaque em qualquer ramo de trabalho são apaixonados por aquilo que fazem.

Quem trabalha com o que ama transborda confiança e credibilidade. Por esse motivo, são profissionais que estão sempre se atualizando e aperfeiçoando seu acervo intelectual. Sobretudo, são proativos e buscam estar além das expectativas, assim como gostam de surpreender, demonstrando ser capazes de fazer mais do que o esperado.

Esse é um diferencial inquestionável, então, não deixe de observá-lo na hora de contratar um advogado, prezando pelo êxito das suas demandas.

6. Boa capacidade de comunicação

Quem disse que advogado não precisa se comunicar? Aliás, errar nesse quesito pode ser imperdoável, pois o direito trabalhista exige muita paciência e concisão no compartilhamento de informações entre o profissional e o seu patrocinado. Isso significa dizer que as explicações sobre cada caso precisam ser passadas de maneira clara e objetiva.

Afinal, quase sempre, o contratante é leigo nas questões jurídicas e, assim, precisa ser tratado com o devido cuidado para manter tudo claramente compreensível. Nesse sentido, haverá perguntas sobre mudanças legislativas, tempo de contribuição, tempo para aposentadoria, cálculos específicos, direitos violados, entre tantas outras que sempre estão em pauta.

Vale destacar que, além de todo o domínio acadêmico, será imprescindível a habilidade do profissional em lidar e compreender as dificuldades daqueles que precisam absorver as informações, mas nunca tiveram contato com o meio judicial.

7. Confiabilidade

Não é tão difícil perceber que, para definir uma concepção de confiança, o cliente só precisará analisar um conjunto de qualidades e criar seu próprio checklist — reunindo as dicas que já foram citadas no texto.

É a união delas que determinará o grau de confiança emitido nessa relação de serviço. Uma boa qualificação aliada à honestidade, ética, competência, dedicação e empenho é um fator decisivo na construção de uma confiabilidade inabalável.

Esse sentimento não é somente uma sensação de que as coisas sempre caminharão para as melhores decisões. Ele é um aspecto extremamente importante na construção de uma reputação notável. Portanto, não esqueça de ser criterioso na sua escolha.

E então, nossa lista lhe ajudou a compreender a importância de uma boa avaliação no momento de escolher um advogado trabalhista? Esperamos que o artigo tenha sido um divisor de águas e uma ferramenta para facilitar sua tarefa.

Com certeza, agora você dará muito mais atenção a algumas características para as quais não dava tanta importância. Por isso, aproveite essas informações e utilize a seu favor.

Gostou deste post? Para ficar ainda mais antenado sobre esse e outros temas, assine nossa newletter e receba conteúdos exclusivos e atualizações do blog!