Se aposentar é o sonho de muitos brasileiros. Depois de muitos anos trabalhando — e contribuindo para a Previdência —, o descanso é merecido. Porém, a lei tem várias regras diferentes e alguns tipos de benefícios.

Com mudanças constantes e notícias de reforma na previdência, os segurados ficam confusos sobre o processo de aposentadoria. Nesses casos, contar com a ajuda de um advogado proporciona mais tranquilidade para o segurado, desde o planejamento até o requerimento judicial, se necessário.

Quer saber como? Continue a leitura deste post e descubra como um advogado pode ajudar no processo de aposentadoria!

Evitando erros no procedimento

O INSS deve garantir o melhor benefício aos segurados. Contudo, muitas vezes isso não acontece. Pode ocorrer um erro no cálculo das contribuições feitas ou do tempo de serviço, na interpretação de algum documento etc.

Nesse momento, a pessoa leiga não consegue identificar esses problemas e acaba aceitando a decisão da Previdência. Por isso, é fundamental ter um advogado especialista e com experiência na área para evitar que aconteçam.

Ele saberá os erros mais comuns, analisará os documentos previamente e, provavelmente, já terá feito cálculos anteriores para saber a média de tempo de contribuição e valor da renda que você terá direito.

Dessa forma, ele conseguirá identificar esses erros com facilidade para regularizar a situação e/ou recorrer da decisão do INSS.

Agilizando o processo de aposentadoria

Com um advogado cuidando do processo, este se tornará mais ágil. Isso porque o profissional sabe quais são os prazos estabelecidos e também como se dão as notificações e comunicações de decisões.

Dessa forma, se algum procedimento estiver extrapolando os prazos, ele poderá comparecer ao INSS e verificar o processo, pedir satisfações e acompanhar o andamento do feito.

Ainda, tendo acesso às decisões, poderá fazer recursos dentro do prazo, ou logo propor uma ação judicial, caso a resposta seja negativa por parte da Previdência.

Caso não haja a contratação do advogado, o segurado poderá perder prazos, demorar para interpor os recursos ou mesmo ter que ir atrás de um profissional para propor a ação judicial, o que acaba tornado o processo bem mais lento.

Garantindo o melhor valor do benefício

Uma das maiores vantagens de se ter um advogado acompanhando o processo de aposentadoria é a garantia de receber o melhor valor possível.

Não é incomum ocorrer a supressão de algum período de contribuição, ou seja, o INSS não considerar certos períodos de serviço porque a empresa não recolheu as contribuições ou mesmo por erro do próprio sistema, fazendo com que a aposentadoria deferida tenha um valor inferior ao devido. 

Analisando todos os documentos o advogado poderá notar essas falhas e buscar o que for necessário para comprovar as contribuições, garantindo que serão contadas no momento do cálculo. Fazendo isso, o segurado terá uma renda mensal adequada aos anos trabalhados e a sua idade.

Identificando a melhor hora para se aposentar

Muitos segurados têm a ideia de que é fundamental requerer a aposentadoria no momento em que completam os requisitos. Porém, em algumas situações isso pode não ser vantajoso. 

Existem muitos casos em que esperar um pouco mais e contribuir por mais tempo pode aumentar consideravelmente o valor do benefício, principalmente porque há diversos tipos de aposentadoria com requisitos e formas de cálculos diferentes, que influenciam o montante recebido.

Por exemplo, um segurado de 64 anos que já contribuiu por 35 anos tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição. Porém, caso espere mais um ano para requerer o benefício, poderá solicitar a aposentadoria por idade, que geralmente resulta em uma renda mais alta.

Todas essas questões podem ser analisadas por um advogado, que informará ao segurado as diferentes possibilidades para que ele possa escolher o melhor momento de se aposentar.

Auxiliando no processo judicial

Ao fazer o requerimento de aposentadora, o INSS abre um processo administrativo para analisar o pedido e os documentos juntados para, ao final, conceder ou não o benefício.

Caso a resposta seja negativa, o segurado poderá fazer um recurso administrativo ou propor uma ação judicial perante a justiça federal.

Porém, as provas utilizadas no processo administrativo embasam essa ação judicial. Assim, o juiz só julgará itens que foram apresentados no procedimento administrativo e não acolhidos pelo INSS. Ou seja, se ocorrer algum erro no momento de fazer a solicitação administrativa, o pedido judicial poderá ser prejudicado.

Por isso, tendo um advogado desde o pedido no INSS já garante que o caminho para o processo judicial será facilitado, caso seja necessário, e as provas já apresentadas anteriormente servirão para o juízo.

Informando sobre os procedimentos necessários

Contando com o advogado para acompanhar o processo de aposentadoria, o segurado ficará informado de tudo que está ocorrendo, o que foi decidido e quais serão os próximos passos.

Infelizmente, é comum que o segurado não consiga uma boa comunicação com o INSS e muitos procedimentos do processo podem passar sem que ele tenha conhecimento. 

Com experiência na área, o profissional poderá acompanhar todos as etapas do processo administrativo, dos recursos e da ação judicial, mantendo o cliente informado sobre todo o procedimento. 

Fazendo simulações do valor do benefício

Outro motivo importante para contratar um advogado é a possibilidade de realizar simulações da aposentadoria antes de fazer o requerimento. Com o CNIS do segurado é possível calcular a renda inicial do benefício antes mesmo de entrar com o processo para saber se está dentro das expectativas. 

Em caso negativo, com auxílio profissional, ele poderá achar alternativas para aumentá-la, como procurar documentos de vínculos empregatícios que não estão contando, carnês de contribuição de autônomo, recolher valores atrasados (se possível), aumentar a contribuição etc.

As simulações também ajudam a identificar o melhor momento de se aposentar, como já explicado.

Garantindo mais tranquilidade ao segurado

Com todos esses benefícios de contar com um advogado para acompanhar o processo de aposentadoria, o segurado terá mais tranquilidade durante todo o procedimento sabendo que tem um profissional com experiência e conhecimento cuidando do seu pedido.

São diversos fatores que podem causar insegurança, como as constantes mudanças nas leis, os diferentes tipos de aposentadoria, as regras de cálculo, validade dos documentos e o melhor momento para fazer a solicitação.

Dessa forma, ter um bom advogado nesse momento é fundamental para garantir mais tranquilidade no processo, sabendo que a aposentadoria será a mais benéfica possível e que, em caso de erros, o profissional tomará as medidas necessárias para solucioná-los.

Pronto! Agora você já sabe como um advogado pode te ajudar no processo de aposentadoria! Ficou interessado? Então entre em contato conosco e conheça nossos serviços!