Grande parte das pessoas tem dúvidas sobre o extrato de pagamento do INSS. Algumas sequer sabem o que isso significa e acabam ficando sem informações precisas e corretas sobre o benefício.

A maioria recorre ao atendimento presencial ou telefônico. Atualmente, no entanto, existe um sistema online e muito eficiente chamado de “Meu INSS”, que foi recentemente criado para ajudar a atender a esse tipo de demanda.

Neste artigo, vamos mostrar o que é esse demonstrativo, as informações que ele carrega, quando pode ser usado e, principalmente, um passo a passo simples e descomplicado para que você possa acessá-lo. Acompanhe!

O que é o extrato de pagamento do INSS?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão responsável pela administração dos beneficiários mantidos. Com o objetivo de tornar os processos mais céleres e aumentar o nível de informação de contribuintes e beneficiários, foi criado, em 2016, o extrato de pagamentos do INSS online — ou, como foi carinhosamente denominado, o Meu INSS.

Antes disso, para ter acesso a informações sobre sua aposentadoria, você deveria se dirigir a uma agência do órgão ou ligar para o número 135, para ser atendido por um dos agentes do INSS. Entretanto, isso não era tão eficiente e não gerava os resultados esperados pelo órgão.

Com o novo sistema, porém, qualquer contribuinte ou beneficiário tem acesso a uma gama de informações. Com um computador conectado à internet e poucos cliques, é possível acessar o Meu INSS e obter uma série de dados, os quais detalharemos mais adiante.

Quais informações devem constar nesse demonstrativo?

O demonstrativo das contribuições do INSS deve apresentar uma série de informações para o contribuinte, como: o número do NIT; a data de inscrição e última atualização; o nome do contribuinte; a filiação; o endereço e os dados dos documentos (CPF, RG etc.).

Além delas, também você pode encontrar os seguintes dados no Meu INSS:

  • extrato de empréstimos consignados contratados;
  • resultados e agendamento de perícia médica;
  • extrato para preenchimento do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF);
  • consulta de declaração de benefício — nada consta/consta;
  • revisão de benefícios do artigo 29 da legislação que regulamenta as regras de aposentadoria;
  • verificação de autenticidade de documentos;
  • declaração/demonstrativo de regularidade para contribuinte individual;
  • endereços de agências mais próximas.

Quando tal recurso pode ser utilizado?

A função principal do extrato de pagamento do INSS é demonstrar ou comprovar a renda do indivíduo de forma detalhada, revelando dados importantes sobre o pagamento de seus benefícios.

Neste serviço online, é possível ter acesso às informações do beneficiário junto ao INSS, como vínculos empregatícios e contribuições, além de realizar simulações de tempo de contribuição para aposentadoria, entre outras funções.

O extrato do INSS pode auxiliar um aposentado ou pensionista na hora de realizar um empréstimo ou financiamento, principalmente na modalidade “consignado”. Nesse documento, há a opção de consultar antecipadamente se o indivíduo tem margem consignável ou renda suficiente para contratar um crédito.

É possível verificar, ainda, se existe uma instituição financeira ou bancária com algum desses produtos financeiros disponíveis para um determinado beneficiário. Mas, se você pensa que somente os aposentados e pensionistas ganham com o sistema de consulta do extrato de pagamentos online, está muito enganado.

Os contribuintes regulares — ou quem já realizou alguma contribuição, independentemente de ter sido como autônomo, particular ou empregado — também podem se beneficiar com algumas informações importantes.

Você pode consultar, por exemplo, se sua idade está dentro do limite mínimo para a aposentadoria. Como o sistema é 100% integrado a diversas ferramentas tecnológicas da Receita Federal e do próprio INSS, todo o seu histórico é registrado e armazenado, podendo ser facilmente consultado pelo sistema.

Mas não se apavore: você verá que, para acessar esses dados, é necessária uma série de confirmações de segurança que somente o contribuinte (ou beneficiário) saberia responder. Além disso, será gerada uma senha para proteger as informações.

Como consultá-lo?

consulta ao extrato de pagamento do INSS é bem simples. Toda a operação é realizada por meio do DataPrev, um sistema que, há muitos anos, vem administrando as questões tecnológicas do órgão. Portanto, para acessar suas informações, basta seguir alguns passos bem simples.

Inicialmente, você precisará realizar seu cadastro no portal do Meu INSS na internet. Feito isso, é necessário clicar na opção “extrato previdenciário CNIS”. Automaticamente, o sistema direcionará você a uma janela, em que deve ser inserido seu login e sua senha (porém, você ainda não os tem).

Portanto, será preciso clicar no botão e cadastrar-se para realizar essa operação. O procedimento é simples e pode ser realizado em poucos minutos.

O sistema solicitará informações básicas de contato e confirmará alguns dados, como o ano da última contribuição e a razão social de alguma das empresas em que você trabalha ou tenha trabalhado no passado.

Após essas etapas, o sistema gerará uma senha provisória, que deve ser alterada por você no primeiro login. Vale ressaltar que essa sequência precisa ser composta por letras (pelo menos uma maiúscula), números, caracteres especiais (como asteriscos) e, no mínimo, 9 dígitos.

Feito isso, o beneficiário terá acesso a todas as informações que foram mencionadas neste artigo, podendo voltar e verificar os dados quantas vezes for necessário.

Se você não conseguir realizar esse procedimento, seja pela falta de familiaridade com a tecnologia ou por questões estruturais, como problemas com softwares ou no acesso à internet, é possível buscar ajuda na central de atendimento do INSS pelo número 135, como já mencionamos.

Por fim, podemos afirmar que o extrato de pagamento disponibilizado de forma online é um grande avanço tanto para o órgão, que não receberá mais inúmeras demandas de dúvidas e questionamentos, quanto (principalmente) para o contribuinte ou beneficiário, que passará a ter acesso às informações que ele tem o direito de conhecer.

Viu só como é simples consultar o extrato de pagamento do INSS? Este artigo foi útil para você? Então, que tal receber mais dicas valiosas como essas diretamente em seu e-mail? Para tanto, basta assinar nossa newsletter e ficar de olho em sua caixa de entrada!